Com 20 anos de missão, a cantora Aline Venturi traz ao público uma mensagem linda de confiança plena em Deus e no Seu amor.
Mãe de Luisa e Pedro, a cantora é um testemunho vivo de superação das dificuldades que a mulher cristã passa, ao conciliar o trabalho com a presença materna nos cuidados com a família. Além dos shows, Aline tem pregado em suas missões, testemunhando o milagre que Deus tem realizado em sua família, especialmente na vida do seu filho que nasceu com uma síndrome rara nos ossos.
Ao longo de sua carreira, a cantora já produziu três álbuns de forma independente e autoral: “Meus Passos” (2003), “Bem Perto” (2006) e “Floresceu” (2013). Os dois últimos, produzidos por Duda Suliano. Todos obtiveram uma excelente aceitação do público, lançando-a no patamar das grandes cantoras e compositoras católicas do Brasil.

Seu último CD traz, como marca, o bom gosto e a elegância, não só na arte como na escolha das canções e dos arranjos. Aline se apresenta ao público como uma cantora madura, com sua voz aveludada e timbre inconfundível, trazendo uma paz profunda aos que a escutam. Além disso, reflete em suas músicas, todo o sofrimento e vitória que fazem parte de sua linda história de superação.
Aline atuou ativamente na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, interpretando a canção “Alma Missionária”, entre outras, com o Coro Carioca, na Missa de Abertura e na Missa de Envio, junto ao Papa Francisco. Foi uma experiência emocionante e marcante em sua vida.
A respeito do desafio de ser uma artista e evangelizadora, Aline Venturi afirma que é uma missão recompensadora, pois consegue ver o encontro de tantas pessoas com Deus, através de suas canções e através dos testemunhos que recebe.